O que fazer em Londres: 6 dicas para conhecer a cidade

Definir o que fazer em Londres é uma tarefa cheia de encantos. Cosmopolita e ao mesmo tempo tradicional, a cidade tem o poder de misturar modernidade e história de uma forma única. Seja durante uma viagem a turismo ou uma temporada de estudos na Inglaterra, é impossível perder a chance de conhecer mais sobre o destino.

E para fazer isso em grande estilo, nada melhor do que contar com uma programação caprichada. Neste artigo, selecionamos 6 dicas de atividades para que você possa aproveitar ao máximo seus dias em terras londrinas. Confira!

1. Visite os pontos turísticos famosos

Como falar de Londres sem lembrar daquelas atrações que fazem parte do nosso imaginário?

Para começar a explorar a capital, nada melhor do que uma volta pela região do Rio Tâmisa. No trecho você encontra a Tower Bridge, a Torre de Londres, além da London Eye. A roda-gigante que oferece uma vista de 360° graus da cidade foi construída em 2000 e rapidamente se tornou um símbolo.

Veja também a torre do Big Ben, com o imponente relógio que é um dos mais conhecidos do mundo. Ali pertinho fica a Abadia de Westminter, de arquitetura gótica e considerada patrimônio histórico mundial pela Unesco. A igreja foi responsável por sediar mais de 20 coroações de monarcas britânicos, incluindo a da Rainha Elizabeth II.

E já que o assunto é realeza, vale a pena ver o Palácio de Buckingham, lar oficial da família real. Durante alguns dias do ano (entre os meses de julho a outubro) é possível fazer uma visita por áreas internas do lugar.

2. Prove as delícias gastronômicas

A culinária de um país diz muito sobre ele e prová-la é uma das partes mais gostosas de qualquer viagem. A gastronomia da Inglaterra tem uma identidade bastante própria, marcada pela influência dos processos de industrialização e desenvolvimento pelos quais passou.

Entre os pratos típicos, o mais popular é o “fish and chips”. Trata-se da união entre peixe empanado (geralmente bacalhau, linguado ou haddock) e batatas fritas. Nada mau, né? A refeição é tão marcante que você pode encontrá-la em todos os cantos de Londres, de restaurantes e pubs a barraquinhas de rua.

Bangers and mash” é outro achado. Dessa vez, os protagonistas são a salsicha (ou linguiça) e o purê de batatas. E quem faz parte do time do doce também encontra opções. O summer pudding é uma iguaria britânica feita com pão de forma, frutas vermelhas, açúcar e vinho.

3. Passeie por Nothing Hill

Você já deve ter ouvido falar de Nothing Hill, bairro londrino que foi cenário do filme “Um lugar chamado Nothing Hill”. Charmoso, o local chama atenção pela arquitetura de suas casinhas, cafés, livrarias pitorescas, e pela aura cultural.

Caminhar sem pressa pelas ruas é uma atividade irresistível. Lá o visitante ainda encontra a Portobello Road, onde fica um dos mercados populares mais simpáticos da cidade. A feira a céu aberto expõe antiguidades, roupas de segunda mão e comidas.

Em matéria de história, Nothing Hill segue impressionando. Para você ter uma ideia, no bairro aconteceram os primeiros conflitos raciais de Londres. E por ter sido lar de muitos caribenhos no passado, também preserva traços dessa cultura, como as festas anuais de carnaval (realizadas no fim de agosto).

4. Passe uma tarde no Hyde Park

Manter contato com a natureza também entra nas alternativas sobre o que fazer em Londres. O Hyde Park, por exemplo, é um parque público perfeito para desacelerar e ter momentos de lazer/contemplação.

O percurso do atrativo vai de encontro com o da cidade. Nele já aconteceram eventos marcantes, como a Grande Exposição de Londres, na década de 50. Lá ainda estão o Memorial do Holocausto, Memorial do 7 de Julho e a Fonte da Princesa Diana.

No verão, o cenário é ótimo para piqueniques, passeios pelo lago, e para aproveitar shows que normalmente são feitos ali. No inverno o clima muda e é período de admirar o Winter Wonderland, evento que conta com brinquedos, mercado de natal e pistas de patinação no gelo. Imperdível para todas as idades.

Se quiser ainda mais belezas, combine a visita ao Hyde Park com os Jardins de Kensington.

5. Surpreenda-se com os museus

Admiradores de museus não se decepcionam em Londres. Dezenas deles se espalham pelas regiões da capital, fornecendo grande variedade de temas. Há alternativas para quem deseja se aprofundar em ciências, artes, história, cultura mundial, design, arqueologia e tantos outros assuntos. E sabe o que é melhor? A maioria tem entrada gratuita!

Veja alguns museus que merecem destaque:

  • British Museum: principal de Londres e um dos mais visitados do mundo. O museu britânico tem um acervo com mais de 8 milhões de peças que remetem à trajetória da humanidade. As exposições permanentes abordam milhares de anos da história e são divididas em vários continentes e países.
  • National Gallery: prato cheio para os amantes das artes. Em meio ao conjunto precioso de itens do museu estão trabalhos de Michelangelo, Leonardo Da Vinci, Boticelli e Van Gogh.
  • Victoria & Albert Museum: Mais de 4 milhões de objetos fazem parte da coleção do museu, dedicado a mostrar 5 mil anos de história da arte e do design. Pinturas, esculturas, joias e roupas estão incluídas no acervo.
  • Museum of London: ótimo para entender a história completa da cidade. O museu de Londres abrange períodos que vão desde a Idade da Pedra.

6. Conheça cidades vizinhas

Pertinho de Londres, a poucos quilômetros de distância, outras cidades super interessantes lhe aguardam. Quer um exemplo? Em apenas 2 horas de viagem você consegue chegar em Oxford. Uma vez lá, não perca a chance de pisar na mais antiga universidade de língua inglesa do mundo. A instituição disponibiliza uma série de tours guiados.

Quer incluir mais universidades prestigiadas nos seus planos? A Universidade de Cambridge está a cerca de 80 km da capital inglesa.

Outra opção recomendada de bate-volta é até a pacata Salisbury. De lá é possível estender a aventura até o fantástico e misterioso Stonehenge.

Depois de completar a lista de o que fazer em Londres, a certeza é de uma experiência lotada de aprendizados e diversão. Lembrando que ainda há muito a ser visto nesse destino arrasador, por isso está liberado incrementar o roteiro de acordo com os seus gostos. Tenha uma ótima viagem!

Gostou do artigo? Então siga conectado conosco através das redes sociais do Global Hub:

Instagram: @uninterglobalhub

Facebook: @uninterglobalhub

Linkedin: UNINTER – Global Hub

Youtube: UNINTER Global Hub

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no WhatsApp