Cybersecurity: perigos e oportunidades

A internet trouxe muitos benefícios e facilidades, mas também muitos riscos, uma vez que há muitas informações circulando. Por isso, a cybersecurity tem um papel tão importante atualmente.

Para compreender melhor esta área e como se proteger das ameaças da internet, continue a leitura, e se você tem vontade de trabalhar nesta com cybersecurity, aproveite e descubra o perfil deste profissional.

O que é Cybersecurity?

Cybersecurity ou em português segurança cibernética é a prática que protege os meios digitais (computadores, smartphones, aplicativos, etc.) de práticas ilícitas como roubo de dados e espionagem.

A cybersecurity cresceu com a internet, segundo a Fortinet (empresa do setor) no Brasil houveram 3,2 bilhões de tentativas de ciberataques só no primeiro semestre de 2021, os que ganharam mais destaques foram:

Distribuição de malwares

Malwares são “softwares maliciosos” usados para obter informações como dados de acesso a uma conta bancária, por exemplo.

Os criminosos agem em mensagens das redes sociais como WhatsApp e Instagram dizendo que você recebeu um prêmio e para ter acesso precisa acessar um link.  No entanto, ao clicar, o malware é instalado no seu computador ou smartphone.

Ataques man in the middle

Man in the middle, significa “homem no meio”. Nesta estratégia criminosa há uma interceptação da comunicação entre duas partes, ou seja, existe uma pessoa a mais acompanhando a interação.

O ataque pretende conseguir o acesso a dados confidenciais, praticar espionagem, sabotar a comunicação ou modificar dados.

Uma maneira de atuação é: o criminoso envia um e-mail dizendo ser o seu banco, neste e-mail você tem um link de acesso a uma página similar a do seu banco, você entra no site e insere os seus dados.

O problema é que essa é uma página falsa e o criminoso terá acesso a todos os dados que você colocar naquele endereço eletrônico.

Além de pessoas físicas, com o crescimento do home office, esta tentativa de ataque também tem acontecido nos sistemas corporativos.

Por causa destes riscos, a cybersecurity vem ganhando destaque, em 2020 o setor faturou US$156,2 bilhões no mundo e a busca por profissionais qualificados está cada dia maior.

Como é trabalhar com cybersecurity?

Os profissionais que atuam na segurança cibernética são responsáveis por identificar os pontos vulneráveis de um sistema online e a partir disso, criar estratégias para solucionar estes problemas.

Por exemplo, em uma compra online, você coloca os seus dados pessoais e bancários. Para que estes dados não cheguem nas mãos erradas, existe uma equipe de cybersecurity que garante essa segurança.

As principais atividades que os profissionais deste setor realizam são:

  • Prevenir, detectar e combater ameaças à segurança cibernética.
  • Implementar e atualizar parâmetros de segurança.
  • Desenvolver políticas e processos em cybersecurity.
  • Realizar análises comportamentais em redes.
  • Garantir a segurança dos dados de usuários e empresas.
  • Defender o espaço cibernético de invasões.

Pelo alto nível de responsabilidade e competência, os profissionais desta área são bem remunerados, o salário inicial é em torno de R$ 3.500,00, podendo chegar a mais de R$ 20.000,00 nos cargos superiores.

Se interessou? Agora veja o que é necessário para atuar nesta área.

O que é preciso para trabalhar em segurança cibernética?

A formação para estes profissionais depende dos seus interesses e objetivos, já que existem cursos técnicos, certificações, graduações e pós-graduações na área.

Mas, vale ressaltar que o estudo neste setor é contínuo, uma vez que as tecnologias digitais estão em aprimoramento constante.

Além do conhecimento técnico, outras características dos profissionais desta área são:

Adaptabilidade: como as ameaças mudam sempre, quem atua em cybersecurity precisa ser flexível a estas transformações.

Raciocínio lógico apurado: resolver problemas complexos faz parte da vida deste profissional e quanto mais rápido chegar à solução, melhor.

Capacidade de comunicação: um dos desafios é a educação dos usuários. De nada adianta o melhor sistema de segurança se os usuários não sabem identificar os riscos.

Dicas para se proteger de ataques cibernéticos

Como vimos, infelizmente, este tipo de crime é comum. Para te ajudar a se prevenir, seguem 8 conselhos para evitar os ataques virtuais.

1.   Fique atento as atividades das suas contas

E-mails como Gmail e serviços como a Netflix informam se alguém acessou a sua conta de outro dispositivo não autorizado. Por isso, preste atenção se há alguma mudança.

2.   Priorize sites conhecidos para compras

Às vezes recebemos ótimas promoções de e-commerce novos, pode ser só uma estratégia para entrar no mercado, mas também pode ser um golpe. Neste caso, antes de fazer a compra, faça uma pesquisa sobre a empresa e verifique a sua reputação.

Outra estratégia para evitar o risco é comprar somente em sites já conhecidos.

3.   Ative alertas de transação

Muitos bancos disponibilizam a opção de enviar mensagens de texto ou e-mails quando uma compra é feita. Caso seja possível, escolha essa opção.

4.   Não clique em links ou anexos de desconhecidos

Por mais que seja tentador, um link de prêmio ou promoção pode estar infectado com um malware. Por isso não abra até ter certeza que é seguro.

5.   Use autenticação de dois fatores

Se além da sua senha você puder colocar outro tipo de autenticação como biometria, responder a uma pergunta ou um padrão numérico, use-a.

6.   Atualize o software e o antivírus

Como a tecnologia muda constantemente, manter o software atualizado irá garantir um nível maior de proteção.

7.   Limite suas informações online

Evite enviar dados pessoais e bancários mesmo que seja em mensagens privadas, quando acessar as suas informações fora dos seus aparelhos pessoais, não se esqueça de fazer o logout.

8.   Evite navegar em wi-fi sem senhas ou de locais públicos

Estas redes estão mais propensas a ação de criminosos.

Mas e se acontecer, o que fazer?

Nestas situações o importante é manter a calma e agir o mais rápido possível.

Se você notar uma movimentação estranha nas suas contas online como acessos a plataformas de streaming ou redes sociais. Faça a redefinição de senha ou entre em contato com a empresa.

Em caso de alguma atividade financeira desconhecida, entre em contato com o seu banco imediatamente.

Agora que você conhece a área de cybersecurity e como se proteger dos crimes virtuais, com certeza se sentirá mais preparado para aproveitar as vantagens do mundo digital.

Se gostou do conteúdo, conheça as redes sociais do Global Hub e conecte-se conosco:

Instagram: @uninterglobalhub

Facebook: @uninterglobalhub Linkedin: UNINTER Global Hub

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no WhatsApp