Pós-graduação no exterior: tudo o que você precisa saber

Dúvidas sobre os próximos passos profissionais e acadêmicos são comuns para quem está na faculdade ou é recém-formado. E entre as tantas possibilidades que se apresentam, está a pós-graduação no exterior. Levar os estudos a um novo nível faz a diferença na carreira e quando o assunto é buscar especialização em outro país, as vantagens só crescem.

Mas por onde começar a colocar a meta em prática? O que, de fato, é preciso para buscar esta oportunidade internacional? Para responder de uma vez por todas essas perguntas, organizamos as principais informações que você precisa saber sobre pós-graduação no exterior.

Quer conhecê-las? Então parabéns, você já subiu o primeiro degrau em busca do seu objetivo. Confira abaixo!

Por que fazer uma pós-graduação no exterior?

Para começar, é interessante entender a importância e impacto que estudar em uma faculdade no exterior traz para sua trajetória. A experiência funciona como um divisor de águas, fazendo com que você volte com uma bagagem de grande valor seja lá qual for sua área de atuação.

Veja a seguir dois dos maiores benefícios do programa.

Desenvolvimento de habilidades pessoais

A primeira coisa em que focamos quando falamos sobre estudar fora é qualidade de ensino, mas isso não é tudo. Passar uma temporada aperfeiçoando conhecimentos em outro país também ajuda em questões como adaptação; contato com diferentes tipos de pessoas e culturas; flexibilidade; contorno de desafios; e visão de mundo.

Além de todas as vantagens que trazem para a vida, nem é preciso comentar sobre o quanto estas habilidades são valorizadas pelas empresas na hora de buscar profissionais, não é?

Enriquecimento do currículo

Em um meio profissional cada vez mais concorrido, é sempre válido mostrar para as organizações o quanto você investe em sua carreira. Uma pós-graduação no exterior tem força porque deixa evidente o comprometimento em aprofundar conhecimentos, além de certificar capacidades específicas. Como o domínio de um segundo idioma, por exemplo.

Quais são os tipos de pós-graduação?

Decidiu que está mesmo interessado em partir para uma pós-graduação no exterior? Agora é hora de fazer uma autoanálise e entender o que espera dela em termos de aprendizado e resultado. Isso porque existem diferentes tipos de programas e cada um tem sua própria característica.

Vamos conhecer um pouco mais sobre os principais.

Certificate

Oferece título de especialista, semelhante ao nosso curso de pós-graduação lato sensu, sabe? Além disso, também tem duração curta (média de 15 semanas a 12 meses). É oferecido nas mais variadas áreas de conhecimento e, normalmente, o processo para ingresso é um pouco mais simples em comparação aos outros.

Diploma de graduação, carta de motivação e certificado de proficiência no idioma em que o curso é ministrado são documentos geralmente exigidos na admissão.

MBA (Master in Business Administration)

O MBA é um mestrado focado principalmente no caráter profissional e prático. É a opção ideal para quem já está inserido no mercado de trabalho e quer se qualificar para atingir postos mais elevados. O programa oferece oportunidade de aprimoramento administrativo e maior proximidade com uma visão corporativa.

A duração média do curso varia, em média, de um a dois anos.

MPA/MPP (Master in Public Administration/Master in Public Policy)

São programas de mestrado específicos para quem procura por especialização em Administração Pública (MPA) ou em Políticas Públicas (MPP).

A formação em Administração Pública (MPA) é voltada para gestão e implementação de políticas públicas no setor público. Já o programa de Políticas Públicas (MPP), foca na formação dos profissionais que trabalham nas pesquisas e avaliações que possibilitam tal implementação.

Mestrado acadêmico

O mestrado acadêmico é chamado de “master”, confere título de mestre e é voltado para quem deseja seguir carreira acadêmica ou de pesquisa. Abrange uma grande quantidade de áreas, que vão desde as de tecnologia até as de linguagem e artes.

Assim como o mestrado brasileiro, o tempo de duração é mais longo — cerca de dois a três anos. O processo de admissão varia dependendo da universidade escolhida.

Quais documentos são necessários?

Assim como conversamos ali em cima, o processo de seleção para ser admitido em uma pós-graduação no exterior não é padronizado, dependendo bastante da universidade e país onde deseja estudar.

Por isso, é importante analisar as opções e, quando escolher suas favoritas, estar atento às exigências de cada uma.

Apesar das particularidades, alguns documentos são praticamente obrigatórios e é bom dar uma atenção especial a eles.

  • Histórico escolar e diploma (com tradução juramentada);
  • Currículo atualizado;
  • Carta de recomendação (de preferência feita por orientadores e professores que conhecem sua atuação acadêmica e profissional. É o lugar onde os pontos fortes devem ser destacados);
  • Carta de motivação (sua oportunidade de relatar mais sobre você. O porquê do desejo de fazer parte daquela determinada instituição, suas conquistas anteriores, e o que mais considerar relevante);
  • Certificado de proficiência no idioma em que serão ministradas as aulas (se for o inglês, TOEFL ou IELTS, por exemplo).

É possível conseguir bolsa de estudo para pós-graduação no exterior?

Sim, é possível cursar uma pós-graduação no exterior com bolsa de estudo. Para que isso aconteça, é fundamental definir o país de sua preferência e, então, verificar as oportunidades oferecidas para alunos estrangeiros.

Estados Unidos, Canadá e alguns países da Europa (como Inglaterra, França e Alemanha) possuem programas do governo para disponibilização de bolsas.

Nos Estados Unidos, o Fullbright Foreign Student Program é um exemplo. Ele cobre não apenas os valores de mensalidade do curso, como também os custos com passagem aérea, seguro-saúde e despesas para se manter no país durante a formação.

Muitas das universidades também têm seus próprios programas de bolsas de estudo para estudantes de outros países. Não deixe de dar uma olhada naquelas que lhe interessam e verificar requisitos.

Apesar de ser um processo que demanda dedicação e investimento, fazer uma pós-graduação no exterior está longe de ser tarefa impossível. Com planejamento e informação, a etapa de preparação para esta enorme conquista pode se tornar mais simples e prazerosa. Vale lembrar também que a antecedência é uma importante aliada na hora de se organizar. Bons estudos!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no WhatsApp